RASTABLOG
  

O Homem Árvore da Indonésia

ABRE EM OUTRA JANELA: VIDEOS NO TELEGRAPH SOBRE O ASSUNTO

Na Indonésia, um homem tem o corpo coberto como uma casca de uma arvore. Dede, de trinta e cinco anos, tem "raízes" no lugar dos pés e mãos [como se vê no vídeo]. Eles apareceram quando ele cortou o joelho na adolescência. Despedido do emprego e abandonado pela mulher, Dede não pode mais viver com os filhos, agora com dezesseis e dezessete anos. Os jovens estão providenciando um apartamento para morar com o pai. A condição de Dede é considerada grave mas um dermatologista dos EUA está examinando sua condição rara e disse que vitamina A sintética pode remover a maior parte das protuberâncias.

Depois de testes com o sangue de Dede, o Dr.Gaspari, da Universidade de Maryland, concluiu que a doença é causada pelo Human Papilloma Virus (HPV), uma infecção que, freqüentemente, causa protuberâncias que crescem nas pessoas afetadas. O problema de Dede representa um raro defeito genético que impede o funcionamento do seu sistema imunológico, significando que seu corpo é incapaz de conter o crescimento das protuberâncias. Por essa razão, o vírus é "capaz de seqüestrar ou dominar o mecanismo de defesa das células da pele", ordenando a produção massiva da substância que causa o crescimento dos "chifres cutâneos" nas mãos e dos pés.

Como Dede possui um tipo raro de células brancas no sangue o Dr.Gaspari suspeitou também que ele tivesse AIDS. Porém, os testes mostraram que não, o que torna sua situação mais misteriosa. Grande parte das verrugas e protuberâncias dos pés e das mãos podem ser removidas com cirurgias. Dr.Gaspari espera conseguir remédios com a indústria farmacêutica. As doses serão administrada por médicos indonésios supervisionados por Gaspari. O dermatologista também espera poder levar Dede para os EUA para exames específicos. FONTE: Tree man: I want to live IN TELEGRAPH.CO.UK | publicado em 16/11/2007 LINK VIDEOS: Na página do TELEGRAPH

 



Categoria: ciencia fantastica
Escrito por Carol Beck às 05h11
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Rússia: Família Aprisionada

Anatoly Titsky: Surtou!

Há dois anos, o russo Anatoly Titsky, 47 anos, construiu uma prisão de segurança máxima no meio de uma floresta e ali encerrou sua família, mulher e cinco filhos: um rapaz de 17 anos, Sasha e quatro garotas; Vera 14 anos; Valentina, 12 e Kristina, 5 anos. O lugar é cercado com arame farpado, delimitado com bandeiras vermelhas e guardado por 20 cães ferozes. Na "entrada", o aviso: "Área Restrita".

"Os cachorros davam o alarme infalivelmente se a mulher ou os jovens ou, ainda, pessoas de fora, se aproximassem dos limites da cerca. Os prisioneiros não tinham qualquer chance de fuga", contou Nadezhda Shestakova, chefe do departamento de delinqüência juvenil da cidade próxima, Tashtagol.

A polícia foi ao local depois da denúncia de um coletor [ou catador] de cogumelos que relatou às autoridades sua espantosa descoberta: "Eu vi a coisa de perto. O lugar parece uma prisão com aquelas bandeiras vermelhas marcando os limites e os cachorros espumando. Então, vi crianças atrás da cerca de arame e pensei que talvez, ali, estivesse escondido algum desses molestadores de crianças".

Os policiais passaram quase todo o dia procurando a "prisão" e quando encontraram foram rechaçados pelos cães. Foi necessário chamar reforços de homens e armas. A essa altura, Titsky escondeu-se com a família em um compartimento subterrâneo. Mas foram achados. Titsky ainda tentou uma reação; mandou as crianças correrem para a floresta. Dentro do abrigo, porque não era uma "casa", o cheiro era nauseabundo e o cenário, um pesadelo. Galinhas e gansos dividiam o espaço exíguo de 15. Havia uma mesa improvisada e um beliche.

Ao ser interrogado, Anatoly Titsky explodiu em lágrimas e alegou que confinava a mulher e os filhos na floresta por razões de segurança e disse mais: "Viver na taiga não é selvageria. Selvageria é viver entre os homens. O homem é o lobo do homem. Este mundo está cheio de malícia e ódio". Perguntaram a ele: "Você percebe que condenou sua mulher e filhos a uma vida de miséria"? - Ele respondeu:

"Os Lykov, os Crentes antigos, também escolheram viver na taiga naquele tempo. Eu decidi fazer o mesmo; educar meus filhos da minha maneira". Este russo achava que estava preparando os filhos para enfrentarem as situações mais cruéis da vida submetendo-os a uma rotina de campo de concentração. Entretanto, enfim, admitiu que tinha sido duro demais com seus métodos [!].

A família se conformou com medo de morrer nas mãos de Titsky. Suas ordens eram inquestionáveis. As crianças trabalhavam todos os dias no cultivo de 4 acres de terra onde plantavam batatas e abóboras. O dia começava e terminava com orações. Todas as noites, Titsky passava horas lendo sermões morais da Antiga Igreja Eslavônica e a família era obrigada a ficar ali e escutar, ao ar livre, ainda que estivesse chovendo ou nevando.

As crianças foram instaladas em um orfanato. Pela primeira vez, em dois anos, tomaram um banho quente, comeram refeições decentes e dormiram em camas, com travesseiros e cobertores. Anatoly Titsky pôde visitá-los e pediu que o esquecessem. ainda assim, as autoridades acham que, no futuro, a família poderá se reunir novamente. FONTE: Father organizes Nazi camp for his wife and five children in Russia  IN PRAVDA ENGLISH | publicado em 15/11/2007

 



Categoria: ninguém merece!
Escrito por Mahajah!ck às 02h30
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 


notícias
HISTÓRICO


    CATEGORIAS
    Todas as mensagens
     ciencia fantastica
     cinema: comentário
     mundo animal
     budismo tibetano
     ninguém merece!



    OUTROS SITES
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     Sofä da Sala Revista Ocultista
     JAHMUSIC NOTÍCIAS DE DEUS & DOS HOMENS
     JAHMUSIC LIVRO DE VISITAS
     MACABRO & FANTASIA NEWS-BLOG


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!